segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Barco à vela

Cais

De mentira

Abraço

Nem tudo

Nem todas as cores são iguais.
Nem todos os sóbrios são iguais.
Nem todos os pontos são finais.

Tadeu Rodrigues

Pequenas ausências

Chão e céu

Partidas e cicatrizes

O banco

Foto: Tadeu Rodrigues

Alimentou-se 
do que sentia.
Da solidão 
ao afeto;
ao grito;
Quieto.

Tadeu Rodrigues

Maçã

Íntimos

Trem

By Tadeu Rodrigues

Mande-me notícias. 
Mande-me presentes.
Mande-me passados.
Mande-me ao futuro.
(...)
Estação. 
Não estar
São.

Tadeu Rodrigues

(Des)medida

O lado fraco

Do caminho, nosso meio.

Porque é líquido

Sobras

Entre os alcances

Mares rasos

Era noite

Aqueles caminhos, aqueles pedágios.

Os verbos, os sonhos e seus afetos

Enquanto sua boca me contava vida

Ainda sobre a noite

Do que me chama

Quando se foi

Da arte de ser só

Mais um fim

Qual era o plano?

Entre Secas e Lágrimas

Deserto Íntimo

Barco de papel

Dia Vadio