quinta-feira, 14 de maio de 2015

Longe

Pino Daeni

Em sua nuca, 
minha terra do nunca.

Tadeu Rodrigues
maio/15

Nenhum comentário:

Postar um comentário