quinta-feira, 5 de março de 2015

Solidão - uma reflexão

* Acho que esta minha reflexão sobre solidão não deveria estar no blog. Que seja.


Oswaldo Goeldi


A solidão é linda. E ela me acompanha sôfrega pelos quatro cantos da vida: tempo, dor, alívio e finais.
A solidão é uma poesia incompreendida; uma sílaba perdida; um demasiado humano.
A solidão acaba em si e repousa na filosofia, acordando nas rodas de pulos punks e na cerveja quente.
A solidão tem sono pesado e passageiro, lento e veloz, frágil e intenso;
só um sono; só um sonho.
Somos nós a solidão repleta, a que completa, a que desperta.
A solidão merece uma poesia, e merece cheia de rimas.
E assim será com o não, o perdão, a desilusão, o vagão, o avião, a paixão... a junção.
Porque a solidão une.
Quer você queira, quer não.

Tadeu Rodrigues
mar/15

Um comentário: