segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Cheia

Pintura de Paul Klee

A poesia é cheia de nada, com tudo.


Tadeu Rodrigues
Fev-2015

Um comentário:

  1. Recheada, margeada...

    Vc conhece as iluminuras e escritos de Alexandre Reis?
    Se não, busca o blog, insta e produções de Escrevendo e SeSemeando, um tipo de tudo cheio de nadas e de mudas e de muito

    ResponderExcluir