sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Perda

O ar se foi, 
junto, 
o seu par. 
Pareados no tempo; 
encontrados no sopro, 
no relento. 
O ar dele, 
a vida dela. 

Tadeu Francisco
(em algum momento de 2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário