terça-feira, 28 de maio de 2013

Aqui

Pintura de Cândido Portinari


Ela me deu seu diário. 
A capa estava velha, gasta.
Assim como as letras.
Só assim ela soube dizer o quanto me amava. 
Hoje eu a leio. 
Longe.

Tadeu Francisco
maio/13

terça-feira, 21 de maio de 2013

A Grande Peça por Thais Mellin

A leitora Thaís Mellin, de Belo Horizonte, em seu blog, escreveu estas emocionantes palavras sobre "A Grande Peça", que peço licença para postar aqui

Suas palavras dispensam comentários.

Só me resta agradecer, e muito, tamanho carinho.

Quem quiser conhecer seu belíssimo blog é só clicar aqui.

Tadeu Franciso

Querido Diário, Li A Grande Peça


Ontem li um livro. 

Queria muito ficar sozinha enquanto lia. Resolvi andar por meus pensamentos enquanto procurava algum lugar no qual pudesse me esconder. Encontrei um auditório esquecido há muito tempo. Empoeirado, antigo, mas intacto. Parecia um teatro. Nada mudou desde a última vez que estive ali. Acomodada numa das poltronas, abri o livro e, ao mesmo tempo, um som ecoava pelo ambiente. O som que vinha do palco anunciava algo novo. As cortinas da vida se abriram diante dos meus olhos. No palco estavam os melhores atores. Não sabiam, mas falavam de mim todo o tempo. Eu estava assistindo à minha vida. Estava em cada personagem. Estava em cada sorriso, em cada lágrima. Meus medos, meus sonhos, tristezas e alegrias estavam ali diante de mim encenadas. Ao final da peça chorei. Me levantei e aplaudi de pé a vida. Aplaudi a minha vida. Aplaudi A Grande Peça. Fechei o livro que guarda em cada linha a minha história. A minha e de tantas pessoas que entendem que a vida é um palco onde se conta um romance com dramas, tragédias, amores, alegrias e realizações dignas de uma grande peça. Depois dessa experiência (não foi uma simples leitura) saí dos meus pensamentos e voltei pra casa. Voltei aos palcos para continuar escrevendo e encenando minha história.

Thaís Mellin

Vitral

Pintura de André Derain




Você pode esperar o milagre da janela. 
Às vezes ele vem em forma de chuva.

Tadeu Francisco
maio/13

As capas e os trechos

Pintura Dancer de André Derain





Escrevi um capítulo estranho. 
Comecei pelo verso.
Era a forma e seu nome
O instinto completo.


Tadeu Francisco
Maio/13

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Porto Celeste

Pintura de Mary Janean Sell




Querem me convencer 
que o bombardeio da noite passada 
Era uma estrela cadente.


Tadeu Francisco
mai/13

Pés de vento

Pintura de Mary Janean Sell

Só sei correr 
com os pés 
Nas nuvens.





Sem pés no chão
------------------------

Tadeu Francisco
mai/13

A crença

Pintura de Mary Jane Ansell





Não preciso que acredite que fui à luta. 
Basta aceitar minha ferida.


Tadeu Francisco
mai/13