segunda-feira, 25 de novembro de 2013

As cores do mundo

Arte de Jerry LoFaro


O que acha que eu espero enquanto conto o número de cores que há no mundo?

Se prefere o cinza apático em tempos históricos, onde a história colonizava com armas de fogo quem lutava munido apenas com pedras, o que posso fazer?

Ainda prefiro contar as cores do mundo, onde me encontro na cor do asfalto, do verde escasso e da pele do casal entrelaçado.

Sobre as tonalidades, confundo-as com as da música, tons sobre tons, cores sobre sons.

A nossa cor é distante e pode ser vista do espaço, em um azul-céu.

Estamos fadados ao começo, naquele papel branco esperando a obra-prima.

Tadeu Francisco

nov/13


Nenhum comentário:

Postar um comentário