segunda-feira, 11 de novembro de 2013

A ampulheta em dó

Pintura de Salvador Dalí

Vou lhe tocar com a força de uma cantiga. 
Dar-lhe refrões eternos  e ternos
Até sua dança me invadir
passo a passo...
nota a nota...
tom a tom...
em meus ouvidos;
Fazer-me versos sinceros,
por isso não perfeitos.

Tadeu Francisco
nov/13


Nenhum comentário:

Postar um comentário