quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Crônica quase real - o diário de casa I



Âncora


Hoje pela manhã assistia ao telejornal quando a sorridente moça, jornalista âncora, anunciou a matéria:


- Uma jogada publicitária impressionante, falsos submarinos emergem da terra em meio ao centro de uma rua movimentada da cidade. Curiosos ficaram espantados e admirados com o ocorrido, até que foi anunciado pela empresa, uma seguradora, que tudo não passou de uma grande brincadeira. As ruas foram limpas e nenhum dano foi causado à cidade.

Após a curiosa reportagem, a câmera cortou para o outro âncora, que, sério, anunciou uma matéria política: 

- O senador Fulano surpreendeu a todos no congresso, votando contra o seu próprio partido, o que gerou uma crise interna. 

Como piadinha, o âncora arrematou: 

- Esse submarino também está emergindo.

Aí a bela âncora, levemente desinformada, entrando no jogo humorístico, arrematou: 

- Só que no caso dele, o submarino está afundando.

Evidente que ela não se tocou que o fato de um submarino afundar é algo bom, o que contrariava a má notícia política.

O âncora até tentou consertar o vacilo da colega:

- Digo emergir porque o submarino perde seu ponto de equilíbrio, mas agora vamos falar sobre futebol.

Tadeu Francisco
out/13

Um comentário: