terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Silêncio noturno

Pintura de Magritte




Era a vez da noite.
Uma vez correta.
Não na luz dos dois,
Nem no brio do par.
Era a vez da noite
porque ela tinha 
Uma só vez.


Tadeu Francisco
fev/13

Nenhum comentário:

Postar um comentário