domingo, 4 de dezembro de 2011

Terrestre sem chão

Obra "Oferenda a Pachamama"

Por obséquio
Devolva minha terra.
É uma cheia de poeira,
que quando juntas
Formam minha solidão.

Tadeu Francisco
dez/11

Nenhum comentário:

Postar um comentário