terça-feira, 1 de novembro de 2011

Quando lhe compus

Tempestade João Lança
Leve sereno na alma;
peso na quietude do poema.
Língua trajando marasmo,
ora pudor,
ora estrago.

Tadeu Francisco
nov/11

Nenhum comentário:

Postar um comentário