quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Poesia reservada

"Mons. Gil" - Máscara da mesura

O salgado poeta despediu dos seus lamentos.
Escondeu sua tristeza
bem no canto do seu peito.
Não vi mais o seu lápis,
não vi mais sua cor.
Na boca um sorriso pacato,
e na lapela uma flor.

Tadeu Francisco
nov/11

Nenhum comentário:

Postar um comentário