segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Crescendo

Obra de C. Portinari
Cada passo,
um estilhaço.

Cada esteira,
uma beira.

Um pedaço de ameixa,
um pedaço de certeza.


Tadeu Francisco
set/11

Nenhum comentário:

Postar um comentário