quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Agosto

Obra de Balthus
Ao longe lançadas,
relíquias quebradas.
Por uma vida
de menos
preciosismo.
Agosto se vai.
E o meu gosto,
alheio ao sabor de pai.



Tadeu Francisco
ago/11

Nenhum comentário:

Postar um comentário