quinta-feira, 7 de julho de 2011

Vaidade da periferia

Obra  "A vaidade"

Não passo tinta no cabelo,
venha ver minha formosura.
Traga o creme, o pó, o laço;
a pinga, a foice, o abraço.

Tadeu Francisco
jul/11

Nenhum comentário:

Postar um comentário