quarta-feira, 16 de março de 2011

Vira-lata


Rápido e distinto,
faceiro cão de guarda.
Assegurava o pó.
Malandro,
aprendeu a não latir.
Descia a ladeira sentado.
Cachorro inocente do morro,
sentia-se culpado.

Tadeu Francisco
mar/11

*Ps: quadro "Morro da Favela" de Tarsila do Amaral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário