segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

A morte ensaiada


Empadas empalhadas enfeitavam a mesa.
Com a tinta cenográfica,
pintei-me de sangue.
Como um medíocre ator,
tomei a água real
e o sangue jorrou.
Morri na arte;
não sou mais ator.
E assim, nasci.

Tadeu Francisco
fev/11

*Ps: Quadro 'O ator' de Pablo Picasso, que teve sua tela rasgada graças a queda de uma visitante do museu de artes em Nova York.

Nenhum comentário:

Postar um comentário