quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

A gota e o rosto


Agora que sou gota,
posso escorrer.
E quanto mais corro,
mais desapareço,
seco.

Tadeu Francisco
fev/11
*Obra "a gota" de C. Santiago.

Nenhum comentário:

Postar um comentário