sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Senha

Imaginou absurdos para memorizar o código.
Fez um desenho no teclado.
Setas, retas, curvas.
Quando precisou,
nada estava decorado;
lembrou somente das fantasias.
Menos criativo,
e de surpresa,
sentiu-se protegido pelo esquecimento.

Tadeu Francisco
Dez/10

Nenhum comentário:

Postar um comentário