segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Loteria da vida


Amada e chorada.
Armada e clamada.
Entre as vielas,
as mãos sem vida
despediram e benzeram.
Na sorte concebida,
a criança foi jogada.
Muito errava,
pouco acertava,
mas jogava.

Tadeu Francisco
Dez/2010


*Poema baseado no trabalho da ONG Britânica "Salve as crianças" na campanha "loteria da vida", que demonstra que a criança não escolhe o local que nasce, muito menos se irá nascer no amor ou no ódio; na pobreza ou na riqueza. Para conhecer clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário