segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Bem-vindo

Quando abriu o galpão
não existia mais teatro,
a porta dava para a rua.
A vida real o manteve enganador
com mais rotina;
mais dor.

Tadeu Francisco
dez/10

Nenhum comentário:

Postar um comentário