segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Perfume



Laça-me os olhos.
Aspiro.
Ainda assim lhe reconheço.
Penso nos sentidos apurados
e me vejo em apuros,
sem sentido.

Tadeu Francisco
Nov/2010


*Poema baseado no filme "O perfume - história de um assassino".

Nenhum comentário:

Postar um comentário