sábado, 6 de novembro de 2010

Palhaço iniciante

Assoprou forte e desafinado seu trombone novo.
Era um hino infantil.
Despistou a vergonha com seus passos engraçados,
ensaiados.
Esboçou sua graça.
Ninguém sorriu.
Sem graça,
saiu.

Tadeu Francisco
Nov/2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário