segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O livro e a moça

Quando a encontrou estava nua.
Logo se tornou imbatível
e menos crua.
Foi despida pelas letras
e vestida por elas.
Uma troca e duas razões.

Tadeu Francisco
Nov/2010

Um comentário:

  1. Como sempre, vc foi perfeito na escrita, amor! Lindo o poema...
    Soube expressar muito bem o sentido da leitura na vida das pessoas!

    Bjos da sua maior fã! :)

    ResponderExcluir