quarta-feira, 17 de novembro de 2010

O escritor

A ficção é pura e crua;
nua, só aqui no meu lápis.
Não tem tim tim por tim tim.
Perco-me em um leve pensar,
preocupante.
Levanto, ensaio, saio.
Eternizo-me nas letras;
não sangro mais,
pois agora sou papel.
Deixo de ser meu para ser de todos.
Aumento a dor,
alargo o sorriso,
arrisco uma lágrima.
Acalmo-me.

Tadeu Francisco
Nov/2010

5 comentários:

  1. Bom dia! Gostaria de saber se a foto desta reportagem detém algum direito autoral.

    Eu preciso de uma imagem para a capa de um livro. E esta se encaixou perfeitamente. Preciso saber se há algum direito reservado ou se posso usá-la livremente.

    Aguardo breve resposta! Desde já, grato pela atenção e disponibilidade!

    Deus abençoe! Paz!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Jés. Sua dúvida é muito comum por aqui.

    Eu uso obras que encontro na própria internet e sempre atribuo créditos à mesma. Com exceção de quando não encontro o dono da obra, como é neste caso.

    Sugiro que você procure o autor da imagem - acho que no próprio google imagens deve conseguir - e requeira a obra, para que não tenha problemas futuro.

    Geralmente eu uso obras de domínio público e de pintores famosos, mesmo os não tão famosos gostam da divulgação que ocorre por aqui. Então, acho que o diálogo é o melhor caminho, até porque quando a imagem será exposta em forma impressa, como um livro, os cuidados devem ser maior, de modo que não viole o direito autoral do outro.

    Abraços e seja sempre bem vindo por aqui.

    ResponderExcluir
  3. Se eu usasse esta imagem como capa de um livro a ser publicado, será que daria problema, uma vez não encontrada a autoria?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provável que sim. É bom procurar uma editora que consiga a autorização. ;)

      Excluir