sábado, 23 de outubro de 2010

Voz

Um belo outono foi o suficiente pra ele acordar e perceber:
- poeta, não precisa ser a voz do mundo;
basta ser a voz de alguém.
Rouco, todo o resto se aprumou.
E não foi pouco.

Tadeu Francisco
Jun/2002

2 comentários: