sábado, 16 de outubro de 2010

Ruído

O ruído foi alto.
A tormenta? Incrivelmente linda.
Não decifrei o som,
mas me aventurei no seu contra tempo,
contra o tempo.
Mastiguei o sabor antes de sentir o cheiro do alimento.
Corri.
Encontrei-me.
Perdi.
Busquei-me.

Tadeu Francisco
set/2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário