quarta-feira, 13 de outubro de 2010

O rosto

E foi naquele vão que encontrou seu reflexo.
Não se reconheceu,
mas sabia que era seu,
aquele rosto torto.

Tadeu Francisco
Maio/2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário