domingo, 24 de outubro de 2010

De tudo que tenho

Permitindo-me, rabisquei a distância presente;
rascunhei o grande encontro etílico.
Nestas maresias vitais,
nestes desassosegos todos,
entendi que as águas turvas são sempre alinhadas.
Minha função? Alinhavá-las.

Tadeu Francisco
Dez/2008

Nenhum comentário:

Postar um comentário