sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Conto Policial

Nossa! Que será que ele quis nos mostrar com isso? Usando métodos extraídos da filosofia alemã. - questionou o detetive buscando pistas certeiras.

Ao ler o curso investigativo no jornal, o assassino se espanta:

- Meu Deus! Sou tão bom? Filosofia alemã? Nem havia pensado nisto!

Tadeu Francisco
Fev/07

Nenhum comentário:

Postar um comentário